Pesquisar este blog

sábado, 6 de agosto de 2011

Tríduo ao Santíssimo Coração por um Doente

I. Amorosíssimo Filho de Deus, que vos quisestes fazer homem e empregar vossa vida em beneficiar a todos, dignai-vos atender benignamente às súplicas que vos apresentamos por um doente querido.
Lembrai-vos da infinita amabilidade, com que se enternecia vosso Coração à vista de tantos enfermos, e não deixava que se retirassem, sem terem recobrado a saúde.
Porventura vosso Coração, por estar agora cercado de glória, mudou de natureza?
Perdeu talvez a sensibilidade ou bondade para com seus filhos?
Longe de nós tal suspeita, que fora para vós tão injuriosa.
Apiedai-vos pois do melindroso estado deste doente, e mais em virtude da bondade do vosso Coração, do que dos nossos rogos, atendei-nos prontamente.
Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai.


Doce Coração do meu Jesus, fazei que vos ame cada vez mais.

II. Clementíssimo Coração de Jesus, oceano de bondade e fonte inesgotável de todas as graças, não desprezeis as súplicas que vos apresentamos.
Lembrai-vos que durante vossa vida mortal, movido pelas lágrimas da Cananéia, que vos pedia por sua filha, concedestes quanto desejava.
Lembrai-vos que compadecido do Centurião, que vos rogava o restabelecimento de seu servo embora distante, o curaste.
Lembrai-vos também, que entrando um dia na casa de Pedro, lhe saraste a sogra, livrando-a de ardentíssima febre que a consumia.
Valei-nos pois, também a nós, curando o doente que recomendamos à vossa bondade infinita.
Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai.

Doce Coração do meu Jesus, fazei que vos ame cada vez mais.


III. E a quem poderíamos recorrer com mais firme confiança de sermos atendidos, do que a Vós, dulcíssimo Coração de Jesus?
Vós dissestes a vossa predileta discípula Santa Margarida que não recusaríeis qualquer graça que vos pedíssemos pelos merecimentos do vosso Coração, contanto que se não opusesse ao bem de nossas almas.
Cumpri, pois, ó fidelíssimo Coração, vossa palavra, e, se não o embarga o bem da lama da pessoa recomendada, restituí-lhe a saúde.
Não nos recuseis esta mercê; pois nós não cessaremos enquanto não nos disserdes as palavras consoladoras:
" Eu sou a tua saúde, quero que sares".
oh! Maria, que sois a mais terna de todas as Mães, intercedei por nós e implorai-nos a graça que tão encarecidamente pedimos.
Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai.
Doce Coração do meu Jesus, fazei que vos ame cada vez mais.

Quando a graça for alcançada rezar o tríduo de agradecimento ao Sagrado Coração de Jesus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário