Pesquisar este blog

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Sete palavras de Nosso Senhor Jesus Cristo

Primeira Palavra: Pai, perdoai-los, porque não sabem o que fazem
Jesus amado, que por amor meu agonizastes na cruz, a fim de pagar com vossas penas a dívida de meus pecados, e abristes vossa divina boca para obter-me o perdão da justiça eterna:
Tende piedade de todos os fiéis agonizantes e de mim naquela hora derradeira;
E pelos méritos de vosso Preciosíssimo Sangue derramado por nossa salvação, concedei-nos uma dor tão viva de nossas culpas que nos faça morrer no seio de vossa infinita Misericórdia .
Três Glórias.
Tende piedade de nós, Senhor, tende piedade de nós.
Deus meu, creio em Vós, espero em Vós, Vos amo e me arrependo de ter-vos ofendido com meus pecados.

Segunda Palavra: Em verdade, em verdade te digo: hoje estarás comigo no Paraíso
Jesus amado, que por amor meu agonizastes na cruz e que com tanta prontidão e liberalidade correspondestes a fé do bom ladrão que Vos reconheceu por Filho de Deus em meio de vossas humilhações, e lhe assegurastes o Paraíso:
Tende piedade de todos os fiéis agonizantes e de mim naquela hora derradeira;
Três Glórias.
Tende piedade de nós, Senhor, Tende piedade de nós.
Deus meu, creio em Vós, espero em Vós, Vos amo e me arrependo de ter-vos ofendido com meus pecados.

Terceira Palavra: Mulher, eis aí o teu filho; filho eis aí a tua Mãe
Jesus amado, que por amor meu agonizastes na cruz e ignorando vossos sofrimentos nos deixastes em prenda de vosso amor vossa mesma Mãe Santíssima para que por seu intermédio possamos recorrer confiantemente a Vós em nossas maiores necessidades:
Tende piedade de todos os fiéis agonizantes e de mim naquela hora derradeira;
E pelo interior martírio de uma tão amada Mãe, reavivai em nosso coração a firme esperança em os infinitos méritos de vosso Preciosíssimo Sangue, a fim de que possamos evitar a eterna condenação que temos merecido por nossos pecados.
Três Glórias.
Tende piedade de nós, Senhor, Tende piedade de nós.
Deus meu, creio em Vós, espero em Vós, Vos amo e me arrependo de ter-vos ofendido com meus pecados.

Quarta Palavra: Deus meu, Deus meu!, Por que me tens abandonado?
Jesus amado, que por amor meu agonizastes na cruz e que, acumulando sofrimento a sofrimento, além de tantas dores no corpo, sofrestes com infinita paciência a mais penosa aflição de Espírito por causa do abandono de vosso Eterno Pai:
Tende piedade de todos os fiéis agonizantes e de mim naquela hora derradeira;
E pelos méritos de vosso Preciosíssimo Sangue, Concedei-nos a graça de sofrer com verdadeira paciência todos as dores de nossa agonia, a fim de que, unidas as vossas as nossas penas, possamos depois participar de vossa Glória no Paraíso.
Três Glórias.
Tende piedade de nós, Senhor, Tende piedade de nós.
Deus meu, creio em Vós, espero em Vós, Vos amo e me arrependo de ter-vos ofendido com meus pecados.

Quinta palavra: Tenho sede
Jesus amado, que por amor meu agonizastes na cruz e que, não saciado ainda com tantos sofrimentos, quisestes sofrer todavia maiores dores, para a salvação de todos os homens, demonstrando assim que todo a torrente de vossa Paixão não é bastante para apagar a sede de vosso amoroso coração:

Tende piedade de todos os fiéis agonizantes e de mim naquela hora derradeira;
E pelos méritos de vosso Preciosíssimo Sangue, acendeste tão vivo fogo de caridade em nosso coração que o faça desfalecer com o desejo de unir-se a Vós por toda a eternidade.
Três Glórias.
Tende piedade de nós, Senhor, Tende piedade de nós.
Deus meu, creio em Vós, espero em Vós, Vos amo e me arrependo de ter-vos ofendido com meus pecados.

Sexta Palavra: Todo está cumprido
Jesus amado, que por amor meu agonizastes na cruz e desde esta cátedra de verdade anunciastes o cumprimento da obra de nossa Redenção, porque de filhos de ira e perdição, fomos feitos filhos de Deus e herdeiros do céu;
Tende piedade de todos os fiéis agonizantes e de mim naquela hora derradeira;
E pelos méritos de vosso Preciosíssimo Sangue, desprendei-nos por completo do mundo como de nós mesmos;
E no momento de nossa agonia, dai-nos a graça para oferecer-Vos de coração o sacrifício da vida em expiação de nossos pecados.
Três Glórias.
Tende piedade de nós, Senhor, Tende piedade de nós.
Deus meu, creio em Vós, espero em Vós, Vos amo e me arrependo de ter-vos ofendido com meus pecados.

Sétima Palavra: Pai, em tuas mãos encomendo meu Espírito
Jesus amado, que por amor meu agonizastes na cruz, e que em cumprimento de tão grande sacrifício aceitastes a vontade do Eterno Pai ao encomendar em suas mãos vosso Espírito para em seguida inclinar a cabeça e morrer:
Tende piedade de todos os fiéis agonizantes e de mim naquela hora derradeira;
E pelos méritos de vosso Precisíssimo Sangue, outorgado-nos em nossa agonia uma perfeita conformidade a vossa divina vontade, a fim de que estejamos dispostos a viver e a morrer segundo seja a Vós mais agradável;
E que não suspiremos para nada mais que pelo perfeito cumprimento em nós de vossa adorável vontade.
Três Glórias.
Tende piedade de nós, Senhor, Tende piedade de nós.
Deus meu, creio em Vós, espero em Vós, Vos amo e me arrependo de ter-vos ofendido com meus pecados.

Oração a Virgem Dolorosa:
A Mãe Santíssima de os dores, pelo intenso martírio que sofrestes ao pé da Cruz durante as três horas de agonia de Jesus, dignai-vos em nossa agonia assistir-nos a todos nós que somos filhos de vossas dores, a fim de que com vossa intercessão, possamos passar do leito de morte a sermos vossos servos no santo Paraíso. Amém.
V. De morte súbita e imprevista. R. Livrai-nos, Senhor.
V. Das insidias do diabo. R. Livrai-nos, Senhor.
V. Da morte eterna. R. Livrai-nos, Senhor.

Oração Final:
Oh! Deus que na morte dolorosíssima de vosso filho haveis constituído um exemplo e um auxílio para a salvação da linhagem humana:
Concedei-nos, Vos rogamos, que no perigo último de nossa morte mereçamos alcançar o afeto de tão grande caridade e entrar na Glória do Redentor.
Pelo mesmo Jesus Cristo Senhor Nosso. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário