Pesquisar este blog

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Primeiro Sermão Sobre as Coletas (São Leão Magno, Papa)

Primeiro Sermão Sobre as Coletas (1)

Por São Leão Magno, Papa

Fonte: Col. Patrística Vol. 6 Ed. Paulus

Em diversas oportunidades, as Sagradas Escrituras nos ensinam como e grande o mérito e a eficácia das esmolas. Com efeito, e comprovado que cada um de nos alivia sua alma sempre que, movido pela misericórdia, vai ao encontro da indigência do outro. Portanto, caríssimos, a nossa liberalidade deve ser fácil e imediata se pensar- mas que cada qual da a si mesmo aquilo que proporciona aos indigentes. Com efeito, aquele que alimenta o Cristo presente no pobre, constrói seu tesouro no céu. Reconhece, pois, neste fato, a bondade e o favorecimento da ternura divina que desejou te cumular de bens para que, graças a ti, o outro não passe necessidade e pelo serviço de tuas boas obras o indigente não se preocupe demasiado com sua pobreza, e tu próprio sejas libertado dos teus múltiplos pecados. Ó admirável providência e bondade do Criador que, com uma só ação, quis socorrer a um e a outro.

O próximo domingo será, pois, um dia de coletas. Exorto-vos e advirto vossa santidade para que cada um de vós se lembre dos pobres e de vós mesmos e que, na medida de vossas possibilidades, reconheçais o Cristo nos indigentes, ele, com efeito, nos recomendou de tal modo os pobres eu declarou ser vestido, acolhido, alimentado neles. Ele, o Cristo, nosso Senhor, que vive e reina com o Pai e Espírito Santo, pelos séculos dos séculos.

Notas

1 De origem latina, 0 termo "coleta" indica a colheita ou o recolhimento de dinheiro ou outras espécies entre as pessoas especialmente para fins beneficentes. Nos Sermões de s. Leão Magno, é um apelo ao exercício da misericórdia, uma exortação para que o cristão esteja comprometido com esse exercício, a se empenhar com maior generosidade na oferta de seus recursos para os necessitados. Nestes Sermões, São Leão mostra a grandeza, a dignidade e a eficácia das esmolas: sacia a fome do pobre e do indigente; alivia a consciência e apaga os pecados aos que doam.

Segundo Sermão Sobre as Coletas

Por São Leão Magno, Papa

Tradução: Sérgio José Schirato

Fonte: Col. Patrística Vol. 6 Ed. Paulus

Caríssimos, o mandamento que vos ensinamos e no qual exortamos como pastor vos é conhecido e familiar: que estejais comprometidos com o exercício da misericórdia. Ainda que isto nunca tenha sido negligenciado por vossa santidade, agora, todavia, deveis vos empenhar com maior presteza e maior generosidade: porque o primeiro dia das coletas, instuição muito salutar que remonta aos santos Padres, exige que cada qual, na medida que prometeu e que lhe é possível, ofereça parte de seus recursos para as necessidades e para a alimentação dos pobres. Vós sabeis que, além do batismo da regeneração, no qual foram lavadas as manchas do pecado, nos foi divinamente concedido este remédio para a fraqueza humana: qualquer culpa contraída durante a permanência terrestre é apagada pelas esmolas. Com efeito, as esmolas são obras de caridade e sabemos que "a caridade cobre uma multidão de pecados" (1Pd 4,8). Por conseguinte, caríssimos, preparai cuidadosamente, para a próxima segunda-feira, vossas doações voluntárias, a fim de que possais reencontrar multiplicados na vida eterna os bens temporais de que vos despojareis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário