Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Novena a São Vicente de Paulo

Oração Inicial
Ó glorioso Vicente de Paulo, despertai em todas as pessoas a convicção profunda de que Jesus Cristo é nossa única esperança e salvação.

Oração Final para Todos os Dias
Ó glorioso Vicente de Paulo, celeste padroeiro de todas as obras de caridade, durante vossa vida nunca rejeitastes aos que a vós recorriam, vede a imensidade de males que nos afligem.
Alcançai de Deus socorro aos pobres, alívio aos doentes e aflitos, proteção aos abandonados, caridade aos ricos, conversão aos pecadores, paz à Igreja e salvação a todos os povos.


Primeiro Dia
O grande Apóstolo da Caridade, Vicente de Paulo, viu nos pobres a presença de Deus e costumava dizer: Deus ama os pobres.
Considerava a imagem de Cristo nos pobres.
Todos os dias: Pai Nosso, Ave Maria
Glorioso Vicente de Paulo, rogai por nós.


Segundo Dia
Somente com os olhos da fé poderemos ver Jesus nos pobres.
Alcançai-nos, ó glorioso Vicente de Paulo, de Deus a graça desta fé.


Terceiro Dia
Ajudai-nos, Vicente de Paulo, a libertamo-nos do amor próprio, para servirmos somente a Deus, quando servimos o pobre.


Quarto Dia
O apóstolo ardoroso, Vicente de Paulo, sentiu com pesar a ignorância religiosa do povo.
Por isso, dedicou-se com amor à formação de sacerdotes a fim de melhor atingir as pessoas.


Quinto Dia
Exaltou o sacerdócio com espírito de fé, tão certo estava de que a presença de Cristo no padre é preferida por Deus para a salvação das almas.


Sexto Dia
Alcançai-nos, Vicente de Paulo, a graça de compreendermos melhor a presença de Cristo no sacerdote e de tratarmos os ministros de Deus com respeito e dedicação, auxiliando-os em sua árdua missão.


Sétimo Dia
Em sua vida sacerdotal, Vicente de Paulo, foi assíduo e fervoroso, adorador da Eucaristia, onde buscava forças para sua laboriosa missão de Caridade.
Celebrava a missa com a máxima piedade.


Oitavo Dia
Vicente de Paulo, confiava a Jesus Eucarístico as suas dificuldades, e pedia, cheio de confiança, o auxílio da graça para todos os seus trabalhos.
Foi seu amor pela Eucaristia que o fez chegar a tão elevado grau de humildade, o que o fazia conservar-se sereno nas maiores dificuldades.
Alcançai-nos, ó Vicente de Paulo, esta mesma graça.


Nono Dia
Ajudai-nos, Vicente de Paulo, a alcançar na presença de Cristo na Eucaristia, as virtudes que nos dão a tranqüilidade de espírito, a paz de consciência e uma verdadeira caridade para com os pobres

Nenhum comentário:

Postar um comentário