Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Novena à Santa Inês I

Fazer o Sinal da Cruz no início e no fim.
Gloriosa Santa Inês, modelo preclaro de virtude, por aquela viva fé que vos animava desde a mais tenra idade, e que vos fez agradável aos olhos de Deus, que merecestes a coroa do martírio alcançai-nos a graça de conservarmos intacta nos nossos corações a fé católica e de sinceramente nos confessarmos cristãos, não só por palavras, mas principalmente por obras, para que Jesus, a quem francamente nos confessamos diante dos homens, nos confesse e glorifique propício algum dia diante de seu eterno Pai.
Rezar: Um Pai-nosso, Uma Ave-Maria e Glória ao Pai.

Oh! invicta mártir, gloriosa Santa Inês, por aquela confiança no auxílio divino que mostrastes, quando o ímpio governador romano vos condenou a ver desfolhado e calcado aos pés o lírio de vossa pureza, enquanto que vós, sem terror e medo, confiáveis firmemente em Deus que envia os seus Anjos em proteção daqueles que nele põem toda sua confiança, - alcançai-nos de Deus a graça de conservar, com santo zêlo, esta virtude no nosso coração, afim de que não nos façamos réus, ainda além dos muitos pecados já cometidos, da desconfiança na divina misericórdia, pecado tão abominável diante do Senhor.
Rezar: Um Pai-nosso, Uma Ave-Maria e Glória ao Pai.

Oh! Virgem e puríssima Santa Inês, por aquele ardentíssimo amor que tanto abrasava o vosso coração, que as chamas da fogueira e da concupiscência, com que os inimigos de Jesus Cristo procuravam perder-vos, não vos ofenderam de forma alguma; alcançai-nos de Deus a graça de apagar em nós toda chama impura, e que aí só arda o fogo que Jesus Cristo veio trazer à terra, para que, conservando aquela bela virtude, depois de uma vida imaculada, possamos participar da glória que merecestes pela pureza do vosso coração e pelo martírio.
Rezar: Um Pai-nosso, Uma Ave-Maria e Glória ao Pai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário