Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Novena a Santa Filomena, Virgem e Mártir

Composta pelo Cura d'Ars, São João Batista Maria Vianney
Esta novena é composta por:
1- Oração a Santa Filomena,
2- Meditação diária (abaixo),
3- Saudação a Santa Filomena, e
4- Ladainha de Santa Filomena.


Oração Final para todos os dias
Oh! Deus, que entre os outros milagres do Vosso poder, também ao sexo frágil destes a vitória do martírio, concedei propício que nós, celebrando o natalício de Santa Filomena, Vossa Virgem e Mártir, pelos seus exemplos, cheguemos por ela a Vós.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém


Meditação para o Primeiro Dia
1- Considerai que Santa Filomena foi Virgem..
Virgem em meio ao mundo...
Virgem não obstante a perseguição...
Virgem até a morte... Que modelo!
Posso contemplá-la sem confusão?...
Qual será o remédio?...
2- Humilhai-vos muitas vezes pelo que vos confundiu, considerando a sua pureza virginal.
3- Assisti à Santa Missa em sua honra e visitai uma iamgem sua, se vos for fácil.


Meditação para o Segundo Dia
1- Considerai que Santa Filomena foi e não deixou de ser Virgem...
Porque soube mortificar os corruptos desejos da carne... conservar, no uso dos sentidos, a modéstia de Jesus Cristo... conservar-se afastada de um mundo enganador e das ocasiões perigosas...
Será que a imitastes em tudo isso? Quais as fontes das vossas tentações... das vossas fraquezas... das vossas inquietações... das vossas quedas... Procurai analisá-las.
2- Fugi do que vos causou dano, praticai o que tivestes a desgraça de negligenciar relativamente à castidade.


Meditação para o Terceiro Dia
1- Considerai que Santa Filomena conservou e aumentou o amor pela Virgindade com a oração, fonte abundadnte da vida sobrenatural... com os Sacramentos, pelos quais a alma se leva no Sangue de Jesus Cristo e se alimenta com o Sagrado Corpo, germe divino da virgindade cristã... com a lembrança de que seus membros eram os membros do Corpo de Jesus Cristo e de que seu corpo era templo do Espírito Santo...
Não tendes porventura os mesmos meios?...
Que uso deles fazeis?...
2- Redobrai de fervor em todas as vossas orações...
Dizei de quando em quando a vós mesmos: meus membros são os de Jesus Cristo... o templo do Espírito Santo.


Meditação para o Quarto Dia
1- Considerai que Santa Filomena foi Mártir... que teve de sofrer... sofrer muito... sofrer até a morte, e que mostrou nesses tormentos uma insuperável paciência...
Estão em vós indissoluvelmente ligados o sofrimento e a paciência...
Muitas vezes tendes que sofrer... que sofrer pouco... jamais que morrer em conseqüência.
Donde provém tanta debilidade?...
Não quereis talvez dar-lhe remédio?...
Que meios escolheis portanto?
2- Sofrer com paciência as poucas dores, contrariedades e penas que aprouver ao Senhor enviar-nos neste dia.
Para se obter uma graça difícil é necessário estar em estado de graça através de uma confissão bem feita ao sacerdote e, se for possível, comungar nove dias em honra de Santa Filomena.
Outro meio eficaz é a vigília.


Meditação para o Quinto Dia
1- Considerai que Santa Filomena sofreu o martírio por Jesus Cristo...
Queriam arrebatar-lhe a fé... queriam fazer com que violasse os votos de seu Batismo... induzi-la a seguir os exemplos dos idólatras ou dos apóstatas.
E que desejam de vós, em tantas ocasiões, o demônio, o mundo, a carne e o vosso próprio coração, senão semelhantes infidelidades?...
Estas se reduzem à ofensa a Deus...
Não são talvez os vãos temores que vos fazem faltar agora aos vossos deveres e trair a vossa fé?...
Oh! Deus, que vergonhosa tibieza!
Recuperai finalmente a coragem.
2- Vencei algum respeito humano...
Dizei de quando em quando a vós mesmos:
É melhor agradar a Deus que aos homens.


Meditação para o Sexto Dia
1- Considerai que Santa Filomena, morrendo por Jesus Cristo, teve de pôr em prática esta máxima do Salvador:
"Aquele que ama mais o Pai, a mãe, o Filho ou a filha e a própria vida que a Mim, não é digno de Mim" (Mt 10,38-39)...
Ela não hesitou...
Tudo sacrificou, conquanto o sangue e a natureza erguessem a sua voz; em ocasiões menos difíceis, mostrar-nos-íamos dignos de Cristo?
Se nos aparecer alguma vez uma escolha entre Deus e as criaturas, entre a graça e a natureza, entre o amor de Deus e as afeições às criaturas, a quem daremos a preferência?...
Oh!, não mais desçamos no futuro, da nossa dignidadde de Filhos de Deus e de discípulos de Jesus Cristo.
2- Esforcemo-nos neste dia por não agradar senão a Deus ou às criaturas somente por Deus.


Meditação para o Sétimo Dia
1- Considerai que Santa Filomena, morrendo por Jesus Cristo, teve de tolerar as zombarias, os sarcasmos, os ultrajes de seus perseguidores, de seus algozes e da maior parte dos espectadores de seu suplício...
Ela não foi menos generosa, menos constante, menos alegre na confissão pública de sua fé...
Se o mundo vos der a beber em semelhante cálice, tereis bastante coragem para tragar-lhe a amargura com iguais sentimentos?
Oh!, que importam as suas burlas, os seus desprezos, as suas mais injustas e mais sanguinolentas perseguições?...
Pode jamais ser desonrado aquele que por Deus é honrado?
Não temais... Segui o vosso caminho...
Ele terminará na posse da glória eterna.
2- Não deixeis que se perturbe o vosso coração se vos disserem alguma palavra desabrida, grosseira, mordaz, ofensiva, etc.


Meditação para o Oitavo Dia
1- Considerai que Santa Filomena, morrendo por amor de Jesus Cristo a todas as coisas deste mundo abjeto, entrou no gozo da vida eterna.
Sim, estou certa, dizia em seu coração, de que o Supremo Juiz me concederá, em troca dos bens passageiros que sacrifico por Seu amor, a coroa de justiça que me prometeu.
Ela morre... e ei-la no tabernáculo de Deus, com os Santos a seguir o Cordeiro...
São estes os pensamentos que procuro ter quando me acho diante de algum sacrifício?...
Que impressão causam a minha alma os sacrifícios?
Para que lado fazem cair a balança?... Ah! os Santos para tudo possuir, tudo diziam, perdiam tudo... e que direi eu?
2-Façamos neste dia algum sacrifício voluntário... Façamos prontamente e de boa vontade os que estão unidos aos nossos deveres, etc.


Meditação para o Nono Dia
1- Considerai que Santa Filomena, depois de tudo haver sacrificado neste miserável mundo por amor a Jesus Cristo, d'Ele recebeu, mesmo neste mundo, mais do cêntuplo de quanto havia dado.
Quanta reputação!
Quanto poder!
Quanta glória!
Quanta grandeza humilhada a seus pés!
Que numerosa afluência de peregrinos a seus diversos santuários!
Quantas festas em sua honra!
Que testemunhos de veneração lhe são tributados!
Assim exatamente cumpre Deus as suas promessas.
Oh!, se com igual fidelidade guardássemos as nossas para com Ele!...
Mas privando-O de Sua glória, não viremos talvez a privar-nos também de tantos méritos e favores, seja neste mundo seja no outro?...
Coragem, portanto.
Sede fiéis, para que Deus o seja convosco.
2- Fazei hoje alguma obra de misericórdia em honra de Santa Filomena.
Disponde-vos por uma boa confissão a receber dignamente Nosso Senhor Jesus Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário