Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Novena pelas Almas do Purgatório II

Oração Final para todos os dias.
Oh! Maria, Mãe de misericórdia: lembrai-vos dos filhos que tendes no purgatório e, apresentando nossos sufrágios e teus méritos a teu Filho, intercedei para que lhes perdoe suas dívidas e os tire daquelas trevas para a admirável luz de sua glória, onde permaneçam em vossa presença dulcíssima e na de teu Filho Bendito.
Oh! Glorioso Patriarca São José, intercedei juntamente com tua Esposa ante teu Filho pelas almas do purgatório.
V. Não te recorde, Senhor, de meus pecados.
R. Quando vier a purificar ao mundo em fogo.
V. Dirige, Senhor Deus meu, a tua presença meus passos.
R. Quando vier a purificar ao mundo em fogo.
V. Dai-lhes, Senhor, o descanso eterno e brilhe para eles a luz eterna.
R. Quando vier a purificar ao mundo em fogo.
Pai-Nosso.
V. Da porta do inferno
R. Tirai, Senhor, suas almas.
V. Descansem em paz.
R. Amém.
V. Senhor, ouvi minha oração.
R. E chegue a ti meu clamor.

Oremos.
Oh! Deus meu, de quem é próprio compadecer-se e perdoar: te rogamos suplicantes pelas almas de teus servos que tens mandado sair deste mundo, para que não as deixes no purgatório, mas sim que mandes que teus santos anjos as tomem e as levem a pátria do paraíso, pois esperaram e creram em ti, não padeçam as penas do purgatório, mas que possuam as alegrias eternas.
Por Cristo Nosso Senhor. Amém.
V. Dai-lhes , Senhor, o descanso eterno.
R. E brilhe para eles a luz perpétua.
V. Descansem em paz.
R. Amém.


Primeiro Dia
Senhor meu Jesus Cristo, que queres que tenhamos suma delicadeza de consciência e santidade perfeita: te rogamos nos concedas a nós; e aos que por não haver tido estão se purificando no purgatório, te dignes aplicar nossos sufrágios e livrá-los de imediato daquelas penas ao céu.
Vos pedimos pela intercessão de tua Mãe puríssima e de São José.


Segundo Dia
Senhor meu Jesus Cristo, que sois cabeça de todos os teus fieis cristãos que em ti nos unimos como membros de um mesmo corpo que é a Igreja:
Te suplicamos nos unas mais e mais contigo e que nossas orações e sufrágios de boas obras sirvam as almas de nossos irmãos do purgatório, para que cheguem logo a unirem-se a seus irmãos do céu.


Terceiro Dia
Senhor meu Jesus Cristo, que aos que pecam castigas com justiça nesta vida ou na outra: concedei-nos a graça de nunca pecar e tende misericórdia dos que, havendo pecado, não puderam, por falta de tempo, ou não quiseram, por falta de vontade, satisfazer através da Confissão nesta vida e estão padecendo agora suas penas no purgatório; e a eles e a todos levá-los logo a seu descanso.


Quarto Dia
Senhor meu Jesus Cristo, que exiges a penitência ainda que dos pecados veniais neste mundo ou no outro: dai-nos temor santo dos pecados veniais e em misericórdia dos que, por havê-los cometido, estão agora purificando-se no purgatório e livrai-los a eles e a todos os pecadores de suas penas, levando-lhes a glória eterna.


Quinto Dia
Senhor meu Jesus Cristo, que aos presentes nesta vida, que não pagaram por sua culpa ou não tiveram bastante caridade com o pobre, castigas na outra com a penitencia que aqui não fizeram: concedei-nos as virtudes da mortificação e da caridade e aceitai misericordioso nossa caridade e sufrágios, para que por eles cheguem logo a seu descanso eterno.


Sexto Dia
Senhor meu Jesus Cristo, que quiseste que honrássemos a nossos pais e parentes e beneficiássemos a nossos amigos: te rogamos por todas as almas do purgatório, mas especialmente pelos pais, parentes e amigos pelos quais fazemos esta novena, para que consigam o descanso eterno.


Sétimo Dia
Senhor meu Jesus Cristo, que aos que não se preparam a tempo para a morte, recebendo bem os últimos sacramentos e purificando-se dos resíduos da má vida passada, os purificas no purgatório com terríveis tormentos: te suplicamos, Senhor, pelos que morreram sem preparar-se e por todos os demais, rogando-te que lhes concedas a todos eles a glória e a nós receber bem os últimos sacramentos.


Oitavo Dia
Senhor meu Jesus Cristo, que aos que viveram neste mundo demasiado aficionados aos bens terrenos e esquecidos da glória, os retendes apartados do premio, para que se purifiquem de sua negligência em desejá-lo: Acalmai, Senhor misericordioso, suas ânsias e atenda seus desejos, para que gozem logo de tua presença, e a nós concedei-nos amar de tal maneira os bens celestiais, que não desejemos desordenadamente os terrenos.


Nono Dia
Senhor meu Jesus Cristo, cujos méritos são infinitos e cuja bondade é imensa: olhai propicio a teus filhos que gemem no purgatório aguardando a hora de ver tua face, de receber teu abraço, de descansar a teu lado e; olhando-os, se compadece de suas penas e perdoa o que lhes falta para pagar por suas culpas.
Nós te oferecemos nossas obras e sufrágios, os de teus Santos e Santas; os de tua Mãe e teus méritos; fazei que logo saiam de seu cárcere e recebam de tuas mãos sua liberdade e a glória eterna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário