Pesquisar este blog

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Coroa da Vida do Senhor Jesus

O arcanjo Gabriel anuncia a Maria Santíssima a Encarnação do Verbo Divino em seu puríssimo seio.
Ave Maria
1. O Filho de Deus feito homem nasce de Maria Virgem em um casebre.
Pai-Nosso.
2. Os anjos se alegram, e cantam: glória in excelsis Deo.
Pai-Nosso.
3. Lhe adoram os pastores, avisados pelos anjos.
Pai-Nosso.
4. Ao oitavo dia é circuncidado e recebe o Santíssimo nome de Jesus. Pai nosso.
5. É adorado pelos Reis magos, ques lhe oferecem ouro, incenso e mirra, simbolizando os três mistérios do rosário. Pai nosso.
6. É apresentado no templo, e profetizado Salvador do mundo.
Pai-Nosso.
7. Fugindo da perseguição de Erodes, é levado a Egito.
Pai-Nosso.
8. Não lhe encontrando, são degolados os Inocentes.
Pai-Nosso.
9. São José e sua Mãe voltam a Nazaré, sua pátria. Pai nosso.
10. Na idade de doze anos discute no templo com os doutores.
Pai-Nosso.


Jesus é obedientíssimo a sua Mãe a Virgem Santíssima e a São José.
Ave Maria
1. Na idade de trinta anos é batizado por São João no Jordão.
Pai-Nosso.
2. Fica quarenta dias no deserto, e vence ao demônio tentador.
Pai-Nosso.
3. Pratica e prega sua santa lei de vida eterna.
Pai-Nosso.
4. Chama a si aos discípulos, que deixam tudo para segui-Lo.
Pai-Nosso.
5. Faz o primeiro milagre convertendo a água em vinho.
Pai-Nosso.
6. Cura aos enfermos, endireita aos estropiados, da ouvido aos surdos, vista aos cegos e vida aos mortos.
Pai-Nosso.
7. Converte pecadores e pecadoras, e lhes perdoa seus pecados.
Pai-Nosso.
8. Perseguido de morte pelos judeus, em vez de castigá-los os corrige com doçura.
Pai-Nosso.
9. Se transfigura sobre o monte Tabor em presença de Pedro, Tiago e João.
Pai-Nosso.
10. Entra triunfante em Jerusalém montado em um burrinho, e tira os profanadores do templo.
Pai-Nosso.


Jesus se despede de sua Santíssima Mãe, antes de ir em busca da morte por nossa eterna salvação
Ave Maria

1. Celebra a última cena pascoal, e lava os pés dos Apóstolos.
Pai-Nosso.
2. Institui o Santíssimo Sacramento da Eucaristia.
Pai-Nosso.
3. Orando no horto sua sangue, e é confortado pelo Anjo.
Pai-Nosso.
4. Vendido com um beijo por Judas, é preso e atado como um grande malfeitor.
Pai-Nosso.
5. É falsamente acusado, esbofeteado, cuspido e injuriado de outros modos em quatro tribunais.
Pai-Nosso.
6. Olha com compaixão a Pedro depois de ele haver o negado três vezes, e o converte, enquanto que Judas, desesperado, se enforca e se condena.
Pai-Nosso.
7. É açoitado cruelmente na coluna, recebendo inumeráveis golpes.
Pai-Nosso.
8. Coroado de espinhos, é mostrado ao povo que grita: "Seja crucificado, seja crucificado".
Pai-Nosso.
9. Condenado à morte, leva a costas com grandíssima dor a pesada cruz até o monte Calvário.
Pai-Nosso.
10. Crucificado entre dois ladrões, depois de três horas de penosíssima agonia, morre, é ferido no peito com a lança, e é sepultado.
Pai-Nosso.


Jesus, ressuscitando ao terceiro dia, visita antes que a outros a sua Santíssima Mãe.
Ave-Maria
1. Aparece as três Maria, e as ordena que avisem aos discípulos como lhe haviam visto ressuscitado.
Pai-Nosso.
2. Aparece aos discípulos, e lhes mostra suas Santíssimas chagas, e as faz tocar por Tomé.
Pai-Nosso.
3. Quarenta dias depois de sua ressurreição, abençoando a sua Santíssima Mãe e a todos seus discípulos, sobe aos céus.
Pai-Nosso.

Rogamos-te Virgem Santíssima que nos alcance também a nós a benção de vosso Divino Filho Jesus Cristo agora e na hora de nossa morte.
Ave-Maria.
Se termina a coroa rezando o Credo em honra dos Apóstolos, e por último se pode rezar a seguinte oração composta, por Santo Agostinho:


Oração Santo Agostinho
Senhor meu Jesus Cristo, que para redimir ao mundo e livrá-lo do inferno quiseste nascer entre nós pobre e mortal, ser circuncidado, reprovado e perseguido pelos judeus, vendido por Judas vosso discípulo com um beijo sacrílego, e, qual manso e inocente cordeiro, atado com cordas, e arrastado ignominiosamente aos tribunais de Anais, Caifás, Pilatos e Herodes; quisestes ser acusado por falsos testemunhos, destroçado com açoites e coroado de espinhos, esbofeteado, escarrado, coberto por escárnio vosso divino rosto, vilipendiado de mil maneiras, ultrajado, acumulado de calúnias e ignomínias, e finalmente despojado de vossas vestes, cravado e levantado em uma cruz entre dois ladrões, amargurado com fel e vinagre, e traspassado com uma lança quisestes consumar a grande obra de nossa redenção.
Eis! piedosíssimo Redentor meu, por estas tão grandes e cruéis penas que padecestes por meu amor, e que eu, ainda que sumamente indigno, vou meditando pela santa cruz e por vossa amarguíssima morte, livrai-me das penas do inferno, e dignai-vos acolher-me no paraíso, a onde conduziste ao ladrão arrependido, crucificado convosco, Jesus meu, que com o Pai e o Espírito Santo viveis e reinais por todos os séculos dos séculos.
Assim seja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário