Pesquisar este blog

sábado, 6 de agosto de 2011

Consagração ao Sagrado Coração para todos os dias

Sacratíssima Rainha dos Céus e Mãe minha amabilíssima! eu n.n., ainda que cheio de misérias e maldades, alentado sem dúvida com a atenção benigna do Coração de Jesus, desejo consagrar-me a Ele; mas, conhecendo bem minha indignidade e inconstância, não quero oferecer nada sem que fosse por vossas maternais mãos, e confiando a teus cuidados o fazer-me cumprir bem todas as minhas resoluções.
Coração dulcíssimo de Jesus, Rei de bondade e de amor, feliz e agradecido aceito com toda a decisão de minha alma esse suavíssimo pacto de cuidar Vós de mim e eu de Vós, ainda que saibas que vais sair perdendo.
O meu quer, que seja vosso; tudo ponho em vossas mãos bondosas: minha alma, a salvação eterna, a liberdade, o progresso interior, as misérias, o meu corpo, a minha vida e saúde; o pouco de bom que eu faça ou por mim ofereçam outros em vida ou depois de morto, de tudo podes servir-vos; minha família, deveres, negócios, ocupações, etc., para que, em todas estas coisas, sem dúvida, sejas Vós o Rei que faça e desfaça a seu gosto, pois eu estarei muito conformado, ainda que me custe, com o que disponha sempre esse Coração amante que busca em tudo o meu bem.
Quero em troca, Coração amabilíssimo, que a vida que me reste não seja uma vida vazia; quero fazer algo, melhor ainda queria fazer muito, para que reines no mundo; quero com oração ou jaculatórias breves, com as ações do dia, com minhas penas aceitadas, com meus êxitos poucos, e enfim, quero estar a todo momento fazendo algo por Vós.
Fazei que tudo leve o selo de vosso reinado divino e de vossa reparação até minha morte, que quem sabe seja o broche de ouro, o ato de caridade que cerre toda uma vida de apóstolo fevorosíssimo.
Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário