Pesquisar este blog

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Ato de Contrição

Ato de Contrição I
Por ser Vós tão bom, me arrependo, Deus meu, de ter pecado contra Vós, e prometo com vossa graça não ofender-Vos mais daqui em adiante.

Ato de contrição II
Pesa-me Deus meu e me arrependo de todo coração de Vos ter ofendido.
Pesa-me pelo inferno que mereci e pelo céu que perdi, mas muito mais me pesa porque pecando ofendi a um Deus tão bem e tão grande como Vós.
Antes queria ter morrido que ter Vos ofendido;
E proponho firmemente não pecar mais e evitar todas as ocasiões próximas de pecado. Amém.

Ato de Contrição III
Senhor meu Jesus Cristo, meu Deus, meu Pai e Redentor:
Por ser Vos quem sois, e porque Vos amo, como a bondade infinita sobre todas as coisas, me pesa de ter-Vos ofendido, e com vossa graça proponho confessar-me e fugir das ocasiões de pecado.
Pela Vitória que na Cruz alcançastes contra o demônio, o pecado e a morte, Vos suplico, Senhor me concedas nesta vida, para Glória vossa, a Vitória sobre todas as minhas paixões, a fim de que eu possa lograr uma santa morte. Amém.

Ato de contrição IV
Senhor meu Jesus Cristo, Deus e homem verdadeiro, criador e Redentor meu, por ser vós quem sois, e porque vos amo sobre todas as coisas, me pesa de todo coração vos haver ofendido.
Proponho emendar-me e confessar-me a seu tempo e ofereço tudo quanto fizer em satisfação de meus pecados, e confio em vossa bondade e misericórdia infinita, que me perdoeis e me dês graça para nunca mais pecar.
Assim o espero por intercessão de minha mãe, nossa Senhora Virgem de Guadalupe. Amém.
Fazer aqui o pedido que se deseja.
Rezar quatro Salves Rainhas em memória das quatro aparições e logo se reza a oração correspondente a cada dia.

Ato de Contrição V
"Senhor meu Jesus Cristo.
Deus e Homem verdadeiro.
Criador, Pai e Redentor meu.
Por ser vós quem sois e porque vos amo sobre todas as coisas, me pesa de todo coração ter-vos ofendido.
Proponho firmemente nunca mais pecar, afastai-me de todas as ocasiões de ofender-vos, dai-me a graça de confessar-me e cumprir a penitência que me for imposta.
Vos ofereço Senhor minha vida, obras e trabalhos em satisfação de todos os meus pecados.
Assim como vos suplico, assim confio em vossa Divina Bondade e Misericórdia Infinita.
Me perdoareis pelos méritos de vosso Precioso Sangue, Paixão e Morte e me dareis vida e graça para emendar-me e para perseverar em vosso santo serviço até o fim de minha vida.
Amém".

Ato de contrição VI

"Prostrados em vossa presença, Oh! adorável Trindade!, vos bendigo e dou graças pelo inefável mistério da Encarnação no ventre da mais pura das virgens, vitima propicia da Divina Justiça pelo mundo pecador, eis aqui ao mais ingrato dos pecadores, que confundido e envergonhado reconhece vosso amor infinito e ardentíssima caridade, vos adora, bendiz e glorifica a vos que desde o ventre puríssimo de Maria vos entregastes a padecimentos, desprezos e vexações, sendo inocente e ainda vos fixais em mim com olhos de Misericórdia, em mim, o mais indigno de vosso perdão, por haver ultrajado vossa santidade e grandeza a troca dos inumeráveis benefícios que me haveis prodigiado.
Oh! Salvador que a redimir-me tirastes da escravidão do demônio! Pai que, esquecendo minhas loucuras e extravios, me busca, me chama e oferece em troca de tanta ingratidão: Amor e bem-aventurança eterna.
Pequei e me pesa na alma haver-vos ofendido.
Aumentai, Deus meu, meu arrependimento e dai-me a força eficaz para odiar o pecado e perseverar em vosso santo serviço até o fim de minha vida. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário